domingo, 26, junho, 2022
InícioEducaçãoPresos, alunos do AM e afastados por covid farão Enem nesta terça...

Presos, alunos do AM e afastados por covid farão Enem nesta terça – Notícias


Candidatos que vivem no estado do Amazonas, pessoas com sintomas de covid-19, privadas de liberdade (PPL) e que cumprem medidas socioeducativa de internação poderão realizar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) nos dias 23 e 24 de fevereiro. As datas foram definidas pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).



Além desses grupos, a data de reaplicação anunciada pelo órgão nas redes sociais também servirá para estudantes que tiveram problema de infraestrutura. Na sexta-feira (19), o Inep divulgou o cartão de confirmação com os locais de prova da reaplicação da prova. O documento está disponível na Página do Participante. 


No cartão também consta o número de inscrição, data, hora das provas, opção de língua estrangeira e atendimento especializado ou tratamento por nome social, caso essas solicitações tenham sido feitas e aprovadas. Apesar de não ser obrigatório, o Inep recomenda que os participantes imprimam o cartão de confirmação e levem nos dias do exame.


Puderam pedir a reaplicação do Enem 2020 os inscritos que não conseguiram fazer as provas por problemas logísticos ou que estavam com sintomas de covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa nos dias da aplicação regular. O Enem 2020 teve uma versão impressa, aplicada nos dias 17 e 24 de janeiro, e uma digital, realizada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.



A reaplicação está prevista em edital e ocorre em todas as edições do Enem. Nesta edição, entretanto, em razão da pandemia de covid-19, os índices de abstenções foram recordes. Mais da metade dos inscritos no Enem impresso e aproximadamente 70% do Enem digital faltaram às provas.


Nesta quinta-feira (14) o governo do Amazonas publicou um decreto que confirma a suspensão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no estado devido ao estado de calamidade pública decretado pelo poder executivo estadual em decorrência do aumento de casos de Covid-19.


Suspensão do exame no AM


A Justiça Federal no Amazonas determinou a suspensão da aplicação das provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em todo o estado por causa do crescimento dos casos de covid-19. O Amazonas tem 219.544 casos confirmados de covid-19, com 5.879 óbitos, segundo dados do Ministério da Saúde.


Na decisão, o juiz Ricardo Augusto de Sales deferiu a tutela de urgência para determinar a suspensão da aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio no Estado do Amazonas, devendo tal suspensão perdurar até que se finalize o estado de calamidade pública decretado pelo poder executivo estadual, sob pena de multa de R$ 100 mil por dia de descumprimento, até o limite de 30 dias.


O presidente do Inep, Alexandre Lopes, e o ministro da Educação, Milton Ribeiro, estavam em tratativas com o prefeito de Manaus, David Almeida, e com o governador do Amazonas, Wilson Lima, para buscar uma solução para a aplicação do Enem. A decisão da Justiça derrubou qualquer tentativa de acordo.


“Além de representar maior circulação do vírus pela cidade, a exposição dos estudantes ao risco de infecção e a insistência na aplicação das provas em janeiro são medidas ilícitas, pois colocam os estudantes e sua família em risco aumentado e contribuem para a sobrecarga e o colapso do já insuficiente sistema de saúde local”, registra a ação civil pública.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares